Conheça o idealizador do Tangobô

A maior escultura feita com materiais reciclados do mundo, o Tangobô, foi apresentado ao público no Parque do Carmo, em São Paulo, no dia 10/09. Com mais de 14 metros de altura, o robô construído com placas ecoway e todo revestido com embalagens de Tang, foi concebido pelo artista Lucca Del Carlo.

Com experiência em criações de materiais recicláveis e cenários para shows, entre outras atividades, Lucca projetou o robô e contou com o apoio de uma numerosa equipe para construí-lo. “Trabalhamos em equipe. Fiz a confecção artística e o Layout do projeto. Depois isso, um engenheiro viu o que precisaria ser mudado na estrutura do robô, para mantê-lo de pé em segurança. Para trazer o robô ao parque precisamos de cinco caminhões. Ele foi pré-montado em um galpão e trazido para ser montado aos poucos no próprio parque”, comenta.

A participação das crianças do Esquadrão Verde Tang determinou como seriam os acessórios utilizados pelo Tangobô. “Criei uma série de acessórios fictícios e as crianças escolheram alguns. A joelheira que acumula energia, óculos de visão verde, – que faz crescer árvores – e um canhão que lança sementes”.

Influenciado por séries de TV futuristas, o artista é fã de robôs há muito tempo, “Sempre gostei de robôs. Desde pequeno gostava de assistir séries como Perdidos no Espaço. Mas um robô normalmente é de ferro, metal. Esse é de um material mais leve e maleável, que são as placas ecoway. Já tinha produzido grandes robôs, de até quatro metros, mas nenhum é tão grande quanto o Tangobô”, acrescenta.

Lucca acredita que a preocupação dos jovens com a sustentabilidade pode ser aguçada através das atividades lúdicas desenvolvidas durante o evento, como a oficina de construção de robôs com material reciclável. “Um robô chama muito a atenção das crianças, por representar uma tecnologia do futuro. Mas o mais importantes é que, tanto o robô como as outras atividades, podem despertar nessas crianças a preocupação com o meio ambiente” finaliza o artista.

Clique aqui para conhecer mais sobre o trabalho de Lucca Del Carlo.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on Google+0Share on LinkedIn0