Finally, the time has come!

Oi Gente, voltei pra Londres. Paris? Amazing! Foi sensacional! Quem vier a Europa, deve dar um pulo por lá! Realmente a cidade é encantadora e muito charmosa! Todos aqueles cafés, bistrôs e pontos de encontro de antigas personalidades da filosofia, da literatura, da sociologia e da história contemporânea, além dos pontos turísticos: Torre Eiffel, Notre-Dame, Sacr’e-Couer, Arc de Triomphe e Champs-Elys’ees. Foi bárbaro!

Mas, as minhas férias estão acabando e o papo essa semana é todo sobre as Olimpíadas. O grande momento chegou! A cidade esta pronta para abertura e realização dos jogos. Faltam só alguns dias…

Vocês já devem estar recebendo notícias sobre a organização impecável daqui pelos noticiários aí do Brasil. E estou aqui para comprovar! Antes de ir para a França tudo já estava mais do que encaminhado por aqui. Foram poucos dias fora da cidade e quando voltei vi o poder de organização inglês. Já se está recebendo uma grande quantidade de turistas e ao chegar da França, vi tudo que um turista de outro país verá quando por aqui desembarcar: respeito, acolhimento e muita organização.

Tudo funciona como um relógio. A sinalização sobre os eventos não deixa ninguém ficar perdido. Delegações de atletas, jornalistas de vários países e turistas já começaram a figurar pela cidade e a cada dia sentimos o número de pessoas nas ruas cada vez maior. E adivinhem? Nenhum problema nesse sentido até agora.

Nem no aeroporto, nem nos terminais de trem que ligam Londres a todo Reino Unido e também a França, nem nos terminais de ônibus, nem no metrô, nem em toda cadeia hoteleira e de serviços. Um projeto invejável e executado dentro dos prazos e do orçamento.

Vem aí, com toda a certeza, a candidata a melhor Olimpíada de todos os tempos! Um legado sensacional para o Rio em 2016. Fica a dica minha gente!

Andando pela cidade nesses dias de pré-abertura dos jogos, caminhei pelos locais onde serão realizadas as provas. Tudo está organizado de forma a não gerar o caos. As provas foram distribuídas por várias partes da cidade e teremos algumas que serão realizadas até mesmo fora de Londres. A população entende isso de forma natural e concorda com os organizadores que distribuindo os eventos de forma eficaz todos sairão ganhando: moradores, comerciantes, turistas e atletas.

Os britânicos não fogem da fama e não decepcionaram na administração precisa do tempo e no cumprimento dos orçamentos aprovados. Todas as obras ocorreram dentro dos prazos e dos custos previstos. Em alguns casos até tivemos a situação inversa! Eles finalizaram antes do tempo e ainda – algo incrivelmente inédito para qualquer brasileiro – gastaram menos do que o planejado para algumas obras!!! E não para por aí queridos: a organização devolveu o dinheiro que sobrou. Pois é (#suspiro #bege #comofaz?).

Sete anos após vencer Nova York, Paris, Madri e Moscou na batalha para sediar a Olimpíada, a capital britânica inicia a execução de um projeto impecável, que conseguiu juntar sustentabilidade, eficiência, responsabilidade econômica e um espetacular legado para a cidade e para o país. Concluiu-se, por exemplo, que manter um ginásio de grande porte no Parque Olímpico depois dos Jogos seria um desperdício. O local ficaria ocioso a maior parte do tempo e os custos de manutenção seriam elevados demais.

A solução: armar uma arena “reciclável”, que será totalmente desfeita após as competições. Tudo será reaproveitado em outras instalações esportivas espalhadas pelo país. Das arquibancadas ao piso, passando pelo sistema de iluminação e pelos banheiros, o ginásio desmontável abastecerá reformas em outras arenas!

O próprio Estádio Olímpico foi projetado com essa mesma filosofia. Na configuração preparada para os Jogos, haverá lugar para 80 mil pessoas. Depois da cerimônia de encerramento, o estádio será readequado ao seu futuro uso, com redução da capacidade de público e adaptação para receber partidas de futebol.

Soube que haverá um comitê brasileiro participando e visitando tudo para fazer escola. Espero de verdade que possamos aprender com eles e dar um show ainda maior de organização e de boas idéias. Que possamos aproveitar esse momento fantástico, onde a economia local borbulha, onde são injetados milhões e milhões de dólares no país, onde todos os investimentos e olhos do mundo se dirigem para o mesmo local e principalmente: quando podemos dar um salto na história do desenvolvimento de uma cidade, que nesse caso é o nosso querido Rio de Janeiro. Que todo o investimento seja inteligente e que a cidade ganhe de verdade!

Estarei aqui pra acompanhar de perto e contar pra vocês tudo da melhor Olimpíada da história! Os bastidores, as noticias quentinhas, meu olhar sobre a estrutura e planejamento desse grande evento e como estão se comportando os ingleses nesse momento tão especial.

Good vibes!

Beijos, Sheyla.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on Google+0Share on LinkedIn0