Meus óculos de papel

Hypsters, moda, galerinha famosa em círculos pequenos sendo DJ, roupas dos anos 80, o orgulho gay imposto de uma maneira em que você se sente mal por não ser homossexual (há! Payback on your face society!), pessoas usando palavras difíceis e cultuando designers e estilistas como se eles tivessem o peso de Steve Jobs e Gandhi DEFINITIVAMENTE não é um lugar que eu convivi.

Também não que eu goste ou me sinta a vontade. Mas ao me aventurar nesse universo onde todo comentário é analisado e toda imagem será castigada, eu vi muitos produtos legais, geniais, criativos e que eu vou querer, todos disponíveis na loja Cartel 011, inclusive utilize o hábito de comprar online. E além dos produtos legais, nesse sábado estava rolando a segunda edição de um projeto chamado “My Paper Sunglasses”, sim, óculos de papel.

Otávio Santiago, idealizador e curador dessa mostra diz que os óculos podem nos proteger do sol, serem utilizados como objetos de moda, aprimorar nossa visão mas também nos cegar. Nos cegar mostrando aos outros visões que queremos de nós mesmos, uma revelação sobre o que queríamos estar enxergando ou uma assinatura de criação através de uma obra que se utiliza do olhar… ou pode ser só um desenho legal que colocamos num óculos de papel. As vezes um charuto é só um charuto.

Nesse evento canetinhas, sprays, adesivos, afins e muitos óculos de papel estavam à disposição para quem quisesse produzir o seu olhar sobre um olhar e alguns óculos produzidos ficavam à disposição para quem quisesse tirar foto. Os óculos já foram usados num editorial de moda. Ficou legal. Faça parte do projeto. Baixe seu óculos aqui, tire uma foto e envie pros caras. E você? Se pudesse espelhar uma imagem nos seus óculos qual seria?

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on Google+0Share on LinkedIn0