[speck-yuh-ley-tiv] [wurk]

2013 é um ano que começou em dezembro passado. Acelerado.
E o que esperar de novo neste ano novo?

O movimento http://www.no-spec.com/ tem como objetivo educar, divulgar e conscientizar pessoas comuns como eu, você e todo mundo sobre a terrível e, infelizmente, cada vez mais frequente prática de concorrências especulativas que ferem e desgastam o mercado e designers em várias partes do mundo. Conta com uma invejável lista de colaboradores espontâneos  e quase 200 apoiadores.

O vídeo abaixo aborda o tema de forma lúdica, mas sem deixar dúvidas:
– Determinadas práticas nocivas a saúde do mercado ainda são endossadas por alguns (poucos) competidores que não acreditam em fair play e ainda torcem o nariz para qualquer iniciativa que tenha como objetivo regulamentar e/ou banir certas atitudes.

Um desejo atrasado de ano novo?  Simples: fair play.

No!Spec and More Respect.

PS: O texto acima refer-se exclusivamente ao mercado que abrange designers, fotógrafos, educadores e estudantes de arte e design. Qualquer semelhança com outro(s) setor(es) produtivo(s) da economia pode ser considerado mera coincidência #soquenao.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on Google+0Share on LinkedIn0