Ultimos dias de Tati W. em Londres

E assim chego ao fim da minha jornada olímpica… Não há duvidas sobre a organização britânica, a simpatia londrina e a animação das torcidas mas ainda existe um grande ponto de interrogação: o que é o mascote? Como ele se chama? Do que se trata?

Procurei respostas pela cidade, dentre os turistas, sem sucesso. Perguntei aos londrinos, talvez fosse um ícone local…ainda sem respostas. Questionei os voluntários, patrocinadores e cheguei a conclusão que a duvida é coletiva.

A consenso é que trata- se de um personagem simpático, de varias personalidades pois pode ser visto pela cidade nos seus diversos estilos. O publico sem duvida adora sua companhia pois não passam por ele e sempre tiram uma foto. Nem eu consegui evitar. Mesmo com tanta intimidade não existe familiaridade.

A duvida da identidade verdadeira do mascote continua pairando no ar. Apos alguns dias cara a cara com o ser misterioso, me pergunto, será q já não o vimos em algum lugar?

Nota: Quem abordou o Mascote também, foi a nossa correspondente Sheyla Silva, lembram? Confira mais sobre o ícone destes jogos olímpicos.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on Google+0Share on LinkedIn0