Uma grande contagem regressiva

Quais os setores que estão realmente se preparando para 2014? Uma pesquisa realizada trimestralmente pela Trevisan Gestão do Esporte com profissionais do mercado de gestão e marketing esportivo indicou que o nível de preparação do País para a Copa do Mundo está abaixo da metade.
Numa escala de 1 a 5 todos os setores receberam conceitos aquém do necessário. A pesquisa analisa as sete principais áreas para o sucesso da realização do evento:
– Telecomunicações: nota 2,7 – Estádios: nota 2,6 – Hospedagem: nota 2,5 – Qualificação da mão-de-obra: nota 2,4 – Segurança: nota 2,1 – Transporte: nota 1,6 – Aeroportos e portos: 1,5
Alarmista, pessimista ou derrotista esse estudo é realizado trimestralmente com a finalidade de analisar o andamento da preparação para o evento.

As preparadas

A comparação é inevitável, desde a surpreendente performance alemã como anfitriã em 2006, até o estado de sítio da Africa do Sul e, mais recente a elegância e austeridade de Londres para os últimos jogos Olímpicos. As Nações se preparam para sediar grandes eventos e, de uma forma ou de outra, o Brasil está pelo menos preocupado em aparentar uma certa preocupação.

O primeiro ingresso já foi sorteado, as obras dos estádios estão sendo monitoradas, as empresas criaram comitês dedicados a tirar o melhor proveito dos investimentos em patrocínio. Uma verdadeira nação de supervisores, cidadãos dispostos a supervisionar, opinar, questionar e palpitar. Mas e aí quais são os setores que realmente estão colocando a mão na massa? Quem vai, de verdade, construir o evento de 2014?
Nesse canal iremos tentar responder algumas dessa perguntas e levantar noticias e curiosidades sobre o próximo evento que irá movimentar o Brasil inteiro.

Afinal, 2014 é logo ali.

Share on Facebook0Tweet about this on TwitterPin on Pinterest0Share on Google+0Share on LinkedIn0